Acessibilidade nas mídias sociais

 Acessibilidade nas mídias sociais

Atualmente no país há mais de 6,5 milhões de pessoas que possuem algum déficit visual, 528,624 dessas pessoas são cegas, e os demais apresentam baixa visão ou visão subnormal (grande e permanente dificuldade de enxergar).

Para proporcionar acesso a todos, a audiodescrição observada em apresentações teatrais, danças, musicais, e nos meios de comunicações de massa, TV, cinema e internet é executado uma narrativa adicional que traduz a cena ou a imagem visual apresentada. 

Na internet, foi idealizado pela professora Patrícia Braille o projeto #PraCegoVer com o objetivo de trazer a audiodescrição das imagens da rede para apreciação das pessoas com deficiência visual.

Como fazer?

Coloque a #PraCegoVer;

Anuncie o tipo de imagem (Se é uma fotografia, cartum, GIF, Tirinha ou Ilustração);

Informe se ela está em tons de cinza, sépia ou preto e branco (Não há a necessidade informar se a imagem for colorida). 

Coloque o texto da imagem antes da descrição;

Caso a imagem não tenha textos, a descrição pode ser mais detalhada;

Seja objetivo, e descreva em períodos curtos;

Inicie pelos elementos menos importantes, contextualizando a cena até chegar no propósito da imagem;Evite usar adjetivos, a partir da descrição a pessoa com deficiência é que decide se o que foi descrito é ou não belo, ou agradável;

Posts relacionado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *