Branding.

Muito além de um logotipo. Nós criamos Marcas.

O Branding cuida de todos os pontos de contato entre um consumidor e a marca. Branding é portanto uma atividade estratégica, de conceituação e planejamento. Vai muito além do logotipo ou da identidade visual da empresa. O Branding se divide nas seguintes etapas: Detalhamento do Público-Alvo, Posicionamento da Marca, Construção Multissensorial.

O objetivo de um projeto integral de Branding é alcançar uma posição única na mente e no coração do consumidor da marca.

Detalhamento do Público-Alvo

Pesquisar é essencial para alcançar o público alvo. É o momento de descobrir quem é o público-alvo da empresa, segmentar ao máximo e pontuar com detalhes as características deste grupo. Pois só com estas informações será possível desenvolver um trabalho de Branding de forma precisa.

Posicionamento da Marca

Com o público-alvo bem definido e segmentado, é hora de descobrir qual será a melhor identidade de marca para atingí-los. Deve-se analisar este público para definir quais são as expectativas que eles têm sobre o produto ou serviço da empresa. Assim conseguiremos pontuar a personalidade que a marca deverá ter, como se fosse uma pessoa. A marca tem que ter uma imagem “materna”? Ou ela deverá parecer um “garoto extrovertido”? São estas características subjetivas que farão os consumidores se identificarem com o produto ou o serviço oferecido pela empresa. Quer gerar dinheiro a longo prazo? Então pense em planejamento!

Construção Multissensorial

Já foi definido quem será o público-alvo e qual a imagem que a marca deve ter? Agora é o momento de construir a marca , ou retificá-la caso ela já exista. Deve-se nesse estágio, explorar TODOS os pontos de contato com o consumidor, ser multissensorial, abordando todos os 5 sentidos. Não basta apenas criar o logo, mas também pensar no aroma, na textura, som e, dependendo do caso, no paladar também! Pois só assim a empresa conseguirá atingir de forma eficiente a mente do público-alvo definido anteriormente. Estamos acostumados a ver muitos anúncios e logotipos todos os dias, e isso já saturou a vida de todos. O resultado é a queda na eficiência apenas visual da marca. Marcas que exploram mais sentidos têm muito mais chances de serem memorizadas e absorvidas pela mente do consumidor.